Músicos pioneiros do rap em Angola distinguidos em concerto na Cidadela

O grupo de rap SSP e os artistas Phathar Mak, Kool Kleva, Dj Samurai, Nel Boy Dasdaburda e Gangstar são homenageados no domingo, às 18h30, no Pavilhão nº 2 da Cidadela Desportiva, em Luanda, durante um espectáculo de comemoração dos 20 anos de hip hop angolano.

De acordo com Gangstar, activista social e produtor do espectáculo, os cantores referenciados fizeram parte do primeiro movimento de hip hop no país, cuja formação aconteceu em 1992, na Champions School, situada no distrito da Ingombota.
O facto, disse, foi presenciado por amantes de rap, como o secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol, Tony Sofrimento, e o ex-basquetebolista Herlander Coimbra.


O activista social informou que a produção do espectáculo está a preparar um tributo aos artistas de rap falecidos, pela dedicação ao hip hop angolano.
O concerto de três horas tem lugar sob o lema “Juventude em festa, não ao vandalismo”, num espaço com capacidade de 15 mil espectadores. Estão confirmadas as participações do cantor guineense Allen Halloween, considerado a actual sensação africana do hip hop e um dos artistas mais consagrados do rap em Portugal, e do grupo moçambicano G-Pro, que chegam hoje a Luanda, onde também participam em actividades de promoção musical.
Gangstar anunciou também a participação de alguns jovens artistas nacionais que se têm destacado a solo e em colaborações com outros músicos, pela sua criatividade artística, entre os quais Abdiel, Extremo Signo, Ready Neutro, Dr. PAM, Reptile, Fly Squad e o Dj Wall Gee. Os bilhetes custam dois mil kwanzas e só vão estar disponíveis uma hora antes do início do espectáculo, para evitar a contrafacção.
Segundo o produtor, 80 efectivos da Polícia Nacional e segurança privada vão manter a ordem no perímetro do espectáculo, que conta com o apoio institucional do Conselho Nacional da Juventude (CNJ) e da Direcção Provincial da Cultura de Luanda.

in Jornal de Angola

Partilhar

Newsletter

Próximos Eventos

Google+