À conversa com Miztake

Mz,membro do grupo Recarga (Espinho), é um produtor e MC oriundo do concelho de Amarante e começou a sua viagem no mundo da música por volta de 99, 2000. Tendo como vertente o Hip - Hop ao longo dos anos foi desenvolvendo capacidades múltiplas, nesta entrevista entre uma  conversa de amigos, poderão conhecer melhor o seu trabalho que Miztake tem vindo a desenvolver e saber mais sobre o seu próximo trabalho, o álbum "Erro Humano". 

Para mais informações podem segui-lo pela sua página de Facebook, através da Recarga ou no seu canal de YouTube

 

HHW: Em primeiro lugar quero te felicitar pelo video "Zé e Maria", videoclip do 3º single do teu álbum "Erro Humano", como surgiu a ideia para o guião?
Miztake: Isso era um som que eu já tinha gravado há um ano atrás e foi logo uma música que bateu em quase toda a gente que ia passando pela Recarga, não sei talvez por ser uma cena pessoal e talvez muitos tenham vivido,o guião surgiu das minhas conversas com o Alpha sobre essa música e tentamos fazer a cena mais real possível sempre baseados na letra da música,mas como disse fizemos tudo em conjunto e claro com o apoio de amigos como actores no caso o Nts, o pai dele e a namorada. É de ressalvar que fizemos o video em quatro dias e saiu no dia 5 de Dezembro, dia dos meus anos.

HHW: E do guião à produção, como correu o processo?
Miztake: Foi muito simples,metemos a ideia em papel,falamos com as pessoas mais próximas que tínhamos e saímos logo para a rua filmar.

HHW: Mencionaste que o video foi lançado no dia do teu aniversário,5 de Dezembro foi importante para ti o video ter saído nesta data?
Miztake: Foi muito importante mesmo visto que é uma data simbólica para mim,não apenas por ser o dia dos meus anos,mas também porque foi a data em que a pessoa que me deu todas as bases educacionais faleceu.Essa pessoa é o meu avô,é também um pequeno tributo a ele. E para além disso acho que foi uma prenda de todos os meus amigos para mim porque trabalharam dia e noite para sair o video num tempo record desde já agradeço a todos.

HHW: Apresentaste o teu álbum "Erro Humano" com o single "Viver ao Segundo", alguma razão para a escolha deste som?
Miztake: Escolhi esse som por dois motivos,o primeiro deles foi querer lançar um som bastante positivo e achei que esse era perfeito,visto ser uma fusão de Hip- Hop com Reaggae,já agora convém lembrar que nesse som participa também o Mr Marley (One Love Family),o segundo motivo é que nós la na Recarga vivemos mesmo ao segundo,então naquela altura eu e o Alpha chegávamos a fazer três e quatro músicas por dia,daí também a escolha do "Viver ao segundo". Acho que esse som mostra bastante bem a filosofia da Recarga e a boa energia que de lá transpira.

HHW: Já no teu 2º single "Desiste do Sistema" contámos com a participação do Rey e do Dj Favio, quais as participações que podemos contar no teu álbum? E quais as razões pela da escolha?
Miztake: No segundo single para mim foi o concretizar de um grande desejo como MC que foi conseguir fazer uma música com um dos rappers que mais aprecio neste caso, o Rey visto que à longos anos era fã do seu trabalho,logo sinto-me mesmo bastante realizado.Quanto ao Dj Favio foi uma pessoa que adorei conhecer numa das minhas visitas a Vigo,ele é dj do El Puto Coke e da Woyza,então como apreciámos o trabalho um do outro achei que fazia todo sentido ser ele a riscar o som.Quanto a mais participações no álbum para já ainda não posso falar muito disso visto que ainda não está acabado o álbum mas de certeza terá mais algumas participações,mas participação certa será a do Alpha se não em cem por cento pelo menos em 90 por cento dos beats.

HHW: E quanto ao lançamento, já tens uma data estipulada?
Miztake: Ainda não tenho data estipulada contudo será neste ano de 2013 de certeza.

HHW: Qual vai ser o formato em que vai ser lançado?
Miztake: O álbum vai ser lançado em formato CD.

HHW: Deste os teus primeiros passos em Amarante mas actualmente és membro da Recarga, como surgiu a tua entrada no colectivo?
MIztake: Os meus primeiros passos foram em Amarante numa altura em que o Hip -Hop não era um estilo tão bem recebido na cidade como é hoje em dia na altura só rimava eu o Poeta e o irmão dele.Isto em 2002. Comecei a rimar mas dediquei me a produção nos anos seguintes visto que na altura não tinha condições para gravar, nem dinheiro para comprar material, então como tinha um pc comecei a usar o fruity loops e a fazer os primeiros instrumentais.Daí até 2009 apenas produzi,depois desse ano gravei um som no estúdio do Poeta com o nome de "Aperto",e entretanto conheci o Raphzilla e o Bc,membros da Recarga e que apreciavam bastante os meus beats mostrando o meu trabalho ao Alpha.Em 2010 o Alpha convidou me para fazer um projecto na Recarga enquanto produtor desde esse dia não saí mais de lá, ganhei o gosto pelas rimas novamente e consegui evoluir bastante.

HHW: De MC para MC, tu és oriundo de Amarante eu do Marco de Canaveses, achas que foi essencial para a nossa evolução no rap, a deslocação para os grandes centros urbanos onde este está mais activo?
MIztake: Sem dúvida nenhuma que sim,eu sempre disse que de Amarante para cima o meu trabalho era bastante conhecido visto que morei também em Vila Real e Bragança,contudo sabia que havia uma barreira que me separava dos sitios onde o rap estava mais evoluído,o meu contacto durante muitos anos com os grandes centros foi o dj Tombo que era quem fazia a minha música chegar a mais ouvidos.

HHW: Recentemente podemos te ver mais como MC mas nos últimos anos dedicaste-te mais às produções, alguma em particular que te tenha marcado mais?
Miztake: Uma das produções que me marcou mais foi o tema "Resiste"no álbum do Marcos Best,isto porque o Marcos foi dos primeiros MCs que encontrei a dar o devido valor ao produtor em Portugal.Acho que cada vez mais os produtores estão a ser reconhecidos em Portugal contudo vivemos anos bem negros no passado e se isso hoje é possivel é graças a pessoas como o Marcos, foi um grande prazer trabalhar com ele.

HHW: Começaste a produzir apenas com o fruity loops no teu pc em casa, hoje os meios certamente são outros, embora seja clara atua evolução como produtor actualmente, que dificuldades encontraste no decorrer deste percurso?
Miztake: As dificuldades foram diversas,sobretudo eu sendo autodidata,é sempre complicado encarar pela primeira vez um programa de som,essa foi uma das dificuldades,depois também outra grande dificuldade foi conseguir arranjar umas colunas,as que tinha eram umas colunas normais usadas em desktop e normalmente o som dos beats era péssimo. Depois comecei a ter contacto com outros produtores e fui aprendendo mais coisas, a evoluir e a ter vontade para começar a investir na produção,ainda me lembro de comprar os meus primeiros monitores de estúdio e placa de som, foi um dia muito feliz para mim. Com o passar dos anos comecei a juntar algum dinheiro e consegui comprar a máquina que sempre quis, a mpc. Não foi fácil mas consegui comprar e orgulho-me de dizer que foi paga com dinheiro ganho na produção de beats.

HHW: O teu trabalho como produtor é notoriamente reconhecido, como MC sentes o mesmo?
MIztake: Cada vez mais sinto o mesmo ou neste momento até sinto que já sou mais conhecido como MC de que como produtor,e isso para mim é bastante importante visto que só tenho 4 músicas lançadas.O ideal é sempre manter um equilibrio entre as duas mas no presente prefiro ter mais reconhecimento como MC visto que é nessa vertente que estou a apostar tudo.

HHW: Quais são as tuas expectativas para o "Erro Humano"?
Miztake: Penso que vai ser um álbum que vai chegar aos ouvidos de bastantes pessoas desde os mais novos aos mais velhos,visto que sou um MC que gosta de falar de bastantes assuntos do quotidiano e de acontecimentos da vida,acho que as pessoas acabam por se identificar com isso visto que acabamos sempre por viver situaçoes idênticas,nunca faço prognósticos mas gosto sempre de pensar positivo,logo como já disse acho que as pessoas se vão identificar com as minhas músicas.

HHW: Qual a razão para a escolha do nome "Erro Humano"?
Miztake: A escolha do nome Erro Humano vem do meu nome de MC"Mz" é de Miztake,que significa erro,tal como a palavra Miztake que está escrita com z e nao com s,o nome do album vem daí, mas também de uma fase menos boa da vida que tive em que cometi bastantes erros,acho que a forma mais simples para a minha pessoa de admiti los e através de música visto que a musica chega muito longe e talvez sirva tambem a outras pessoas para não cometerem os mesmos que eu cometi.

HHW: Para quem gostavas de produzir um instrumental?
Miztake: Sem dúvida nenhuma para o Method Man.

HHW: E com quem gravarias um som?
Miztake: Gostava de gravar com Rakim.

HHW: Como avalias a situação do Hip-Hop nacional actualmente?
Miztake: Acho que o hip hop em Portugal esta em grande evolução,visto que começam a surgir novas cenas com novos estilos,o que na minha maneira de ver se torna bastante importante no desenvolvimento neste estilo musical.Acho também que com o aparecimento de alguns artistas a mostar o seu trabalho na TV,nas grandes rádios, etc. nos tornou tambem mais visíveis aos olhos da sociedade portuguesa e hoje em dia acho que o Hip- Hop e bastante respeitado em Portugal.Acho que muitas pessoas vêm como negativo o pessoal comecar a ir a televisão etc.,eu acho com todas as certezas o contrário,acho que desde que as pessoas assumiram o Hip- Hop como um trabalho e dedicaram as 24 horas do seu dia a esta arte nos fizeram crescer a todos.

HHW: Que projectos destacas de 2012?
Miztake: Sem querer excluir ninguém,gostava de destacar o álbum do meu mano Virtus,e o novo álbum dos Mind da Gap,foram os projectos que mais me bateram.

HHW: Top 5 das músicas que andam a tocar no teu MP3.
Miztake: Apollo Brown feat Hassan Mackey - Elephants, The Away Team - I Ain't Mad, Saigon-Its cold, Reks-25th hour e Phat Kat - Cold Steel(prod J Dilla).

HHW: E para concluir, qual a mensagem que deixas aos seguidores do HipHopWeb?
Miztake: Desejo a todos os seguidores do HipHopWeb um excelente 2013,e espero que sobretudo continuem a acompanhar não so o meu trabalho como também do meu colectivo Recarga,e ainda de todos aqueles que fazem o movimento Hip -  Hop crescer em Portugal como e o caso do HipHopWeb!
Paz

Partilhar
Google+