Entrevista a M54

O seu nome ainda é uma icógnita, pois poucos realmente sabem o seu significado. O produtor gaiense M54 concedeu à HipHopWeb uma entrevista onde tentamos desvendar quais os meios e ambições que o levam a produzir. Interessante, no mínimo. Espero que gostem.

 

 

Porquê o nome M54?
Já vem desde os meus 13 anos, até agora poucas pessoas sabem o significado, 10, no máximo. E vai continuar a ser uma pergunta sem resposta para os restantes.

Qual foi o primeiro contacto que tiveste com o mundo do Hip Hop?
Na pré-adolescência a nossa personalidade começa a definir-se, e sentimos necessidade de encontrar algo que nos preencha, no meu caso foi a música, comecei a ouvir Mind Da Gap na altura, em clips da TV e na rádio. O gosto levou-me à pesquisa de outros grupos nacionais e mais tarde internacionais.

Quando te começaste a interessar pela produção musical e desde que momento decidiste ser produtor?
Já ouvia Hip-Hop à uns anos, estava mais ligado ao graffiti mas tinha alguns amigos que produziam em reason e deram-me algumas bases, depois continuei a evoluir sozinho.

Estudaste música, ou fizeste algum curso para trabalhar com produção?
Estudei bastante, e continuo a estudar, na minha escola privada, o meu quarto, a ouvir, a ler algumas coisas, mas aprendi principalmente através de várias tentativas. Esses cursos que te referes, nunca fiz nenhum e sinceramente, nem conheço.

Que material e programas usas para produzir?
Uso o MPC2500 para quase tudo, depois passo os beats para o ProTools e dou os arranjos finais lá.

A nível de referências, quais os produtores que mais admiras e os que mais te inspiram quando crias um instrumental?
São muitos, Pete Rock, Premier, J Dilla, Hi-Tek, Nottz, Dj Embee, Dr. Dre, 9th Wonder, Madlib, Easy Moe Bee, Just Blaze, Alchemist, Marley Marl, Black Milk, Gramatik... são os que me lembro agora, a lista é bem maior.

Fala-nos sobre o CoffeeBreak.
É um projecto ainda em desenvolvimento, com o objectivo principal de divulgação e apoio de MC's e produtores menos conhecidos. Criei o CoffeeBreak porque gosto de trabalhar com pessoal menos conhecido, tenho algumas condições de gravação para quem precisa, e para quem eu acho que tem capacidades.

Como é a tua relação com os MC's com quem trabalhas? São eles te dizem o que querem?
Gosto de discutir isso com o MC em questão, os temas que ele quer trabalhar, e os que eu quero trabalhar, para mim produção é mais que fazer o beat por isso acompanho e dou opiniões sobre o trabalho do MC. Claro que, se eu não concordar com o tema, ele não é gravado no meu beat da mesma forma que se o MC não gostar do beat não vai gravar nele.

Qual o instrumental que mais te orgulhas de ter produzido?
Orgulho-me de todos os que divulguei e dos que estão guardados à espera, mas gostei de produzir o Real (disponível em http://soundcloud.com/m54one).

Tem alguém para quem gostasses de produzir?
Há sempre alguém de quem ninguém falou, que poucos ouviram, e que tem tanto talento e, talvez, mais vontade, que todos esses MC's de que toda a gente fala. É com esses que eu gosto de trabalhar.

 

HHW: Que novos trabalhos podemos esperar de M54 para 2012?
M54: Podem seguir-me no facebook (www.facebook.com/m54beats) e soundcloud (www.soundcloud.com/m54one) costumo divulgar lá um beat novo de vez em quando, estou a trabalhar em muitos projectos, alguns que infelizmente já estão guardados a anos, mas em breve vou meter um novo EP online com alguns beats, tenho andado a trabalhar nisso.

Que mensagem deixas aos seguidores do HipHopWeb?
É bom haver sites como este e devemos ajudar a promover se o conteúdo for bom.. Aos MC's e produtores, a conversa de sempre, tá na hora de fazer algo novo! Obrigado a todos que se deram ao trabalho de ler a entrevista. Abraço.

Partilhar
Google+